QUA 13 DE DEZEMBRO DE 2017 - 08:57hs.
São 9 das 20 equipes em 2017/2018

Quase a metade da Premier League tem um site de apostas na camisa

Um estudo divulgado pela agência inglesa de análises Sporting Intelligence marca um impressionante aumento da presença de empresas de apostas online na temporada 2017-2018 na mais importante liga de futebol de Inglaterra. São nove empresas dessa natureza, todas com diferentes nomes e lugares do mundo. É quase a metade dos 20 times com patrocínios de empresas online. Há oito anos, eram apenas quatro.

O Everton anunciou recentemente que sua nova patrocinadora na camiseta será a empresa de apostas online Sport.pesa - a primeira empresa africana a patrocinar um clube da Premier League inglesa quando fizeram um acordo com o Hull City na temporada passada; o Hull foi relegado, mas a empresa de apostas jogou no topo do vôo.

Apesar de uma proibição geral de jogos de azar no futebol, nove equipes da Premier League terão o patrocínio das empresas de apostas nesta próxima temporada. Um novo setor de patrocinador entra no mercado com o West Brom, agora patrocinado pelos construtores chineses de eco-city, Palm. (o West Browm foi o primeiro clube inglês a fazer turnês na China, em 1978).

É tentador concluir que, se você é um clube "grande" com influência suficiente para atrair uma grande corporação ou empresa internacional, seus donos preferem ficar longe dos acordos de patrocínio "tawdry" com as empresas de jogo. Mas se você não pode ganhar dinheiro com uma multinacional não apostada, as empresas de apostas são, evidentemente, o gênero disposto a injetar milhões para aumentar sua participação no mercado.

O estudo divulgado pela agência inglesa de análises Sporting Intelligence divulgou uma tabela com os valores de patrocínio de camisas de todos os 20 integrantes do Campeonato Inglês de 2017-18. Os números mostram um total de 281,8 milhões de libras, um aumento de 55 milhões comparado à temporada anterior.

Se pegarmos esse mesmo valor e compararmos à temporada de 2009-10, podemos notar um aumento de cerca de quatro vezes nesse montante, já que há oito anos ele era de 72 milhões, quando o líder de ganhos era o Liverpool.

Vale destacar ainda que o estudo não inclui os valores de patrocínios em mangas de camisa, uma prática que começou na temporada de 2017-18. Ou seja, se colocarmos esses números dos patrocínios nas mangas dos uniformes, o valor chega tranquilamente a mais de 10 milhões de libras, já que esse valor é pago somente pela Nexen, da Coreia do Sul, para estampar sua marca na lateral da camisa do Manchester City.

Outra coisa que chama a atenção no estudo é a incrível disparidade entre o valor de patrocínio pago pelos primeiros colocados na lista em comparação com os últimos. A marca Chevrolet, na camisa do Manchester United, paga um valor recorde de 47 milhões de libras anuais, o que é cerca de 30 vezes mais do que é arrecadado por Huddersfield Town e por Brighton, ambos ganhando 1,5 milhão de libras cada um. Nem é preciso, porém, descer tanto na tabela, já que o sétimo colocado, West Ham, receberá 10 milhões de libras da empresa Betway, quase cinco vezes menos que os Diabos Vermelhos.

Outro aspecto que chama a atenção na tabela é o impressionante aumento e presença de empresas de apostas online. São nove empresas dessa natureza, todas com diferentes nomes e lugares do mundo. É quase a metade dos 20 times com patrocínios de empresas online. Há oito anos, eram apenas quatro.

Fonte: GMB/Guia do Boleiro/Sporting Intelligence