DOM 19 DE NOVEMBRO DE 2017 - 19:37hs.
R$ 132 milhões por partida

Jogos das eliminatórias movimentam milhões de reais em apostas

Uma partida das eliminatórias sul-americanas tem uma média de arrecadação de R$ 132 milhões em sites e casas legalizadas. O jogo da seleção brasileira de hoje a tarde deve movimentar ainda mais, porém, o país ainda perde arrecadação por ter uma legislação, abre espaço para sites estabelecidos em outros países e para pessoas que exploram as apostas de forma ilegal.

A seleção brasileira vai entrar em campo nesta terça-feira (5), às 17h30, já classificada para aCopa do Mundo de 2018, na Rússia. Apesar de o resultado do jogo em Barranquilla pouco importar para o Brasil na tabela, o confronto com a Colômbia vai movimentar cifras milionárias.

No mercado das apostas, uma partida das eliminatórias sul-americanas arrecada, em média, 35,5 milhões de euros (R$ 132 milhões) em sites e casas legalizadas. Líder das eliminatórias com 36 pontos, a seleção deve atrair um montante ainda maior para a partida desta terça-feira, segundo especialistas do setor.

Mesmo com os valores impressionantes, uma partida do torneio sul-americano mobiliza quase a metade da média de um jogo das eliminatórias da Europa. Para as partidas em solo europeu a média é de 66 milhões de euros (R$ 245 milhões) por jogo.

As cifras são estimadas pela empresa contratada pela Conmebol, entidade que controla o futebol na América do Sul, para monitorar o mercado de apostas e detectar suspeitas de manipulação de resultados nos jogos administrados pela entidade.

A empresa também é parceira dos principais casas e sites de apostas do mundo.

Além do mercado formal, bolsas de apostas ilegais arrecadam bilhões de reais na Ásia em partidas de futebol.

No ano passado, a Polícia Civil de São Paulo prendeu nove pessoas por supostamente terem participado deesquema de manipulação de resultados de partidas de futebol nas divisões inferiores do Paulista e de outros torneios do Norte e do Nordeste.

Apontado pela polícia de São Paulo como líder da quadrilha no país,Anderson da Silva Rodriguesconfirmou que agia sob orientação de apostadores na China, na Malásia e na Indonésia.

O governo federal tenta regulamentar no Brasil as apostas esportivas para aumentar a arrecadação com impostos.

Estima-se que o mercado nacional de apostas no futebol em sites registrados fora do país movimentará cerca de R$ 4 bilhões neste ano.

BRASILEIRO

Segundo a estimativa da SportRadar, empresa que monitora os jogos da Conmebol, uma única partida da primeira divisão doCampeonato Brasileiro movimenta US$ 31,5 milhões (R$ 99 milhões), em média, em apostas em sites legalizados.

Neste mês, a CBF fechou também um contrato com a empresa para monitorar todos os jogos das quatro divisões do futebol brasileiro.

Com a demora na regulamentação,bicheiros cariocas estão explorando as apostas esportivas.

No início do mês de agosto, a Polícia Civil abriu inquérito para investigar a denúncia de manipulação de resultados feita por dois clubes da segunda divisão do Estadual do Rio, o São Cristóvão e o Barcelona de Jacarepaguá.

Atletas do São Cristóvão e o treinador do clube de Jacarepaguá disseram que foram assediados por um "empresário" para facilitar o resultado de partidas no torneio. Vários jogos do campeonato estão sob suspeita de terem sido manipulados.

Fonte: GMB/Folha