DOM 19 DE AGOSTO DE 2018 - 14:50hs.
"Interface de terceiros"

GSA lança novo padrão tecnológico para o setor de jogos online

A Gaming Standards Association (GSA) lançou um padrão técnico - conhecido como 'Interface de Terceiros' ou 'TPI' - sobre como as plataformas iGaming, servidores de jogos remotos e os controladores de jackpot progressivos podem trabalhar juntos. O TPI está disponível para licenciamento por membros da associação e não membros.

O padrão abrange funções, incluindo o lançamento de jogos, a gravação de transações monetárias, a publicação de contribuições progressivas, a atribuição de jackpots progressivos e para "reconciliar jogos interrompidos", afirmou a associação nesta semana em um comunicado de imprensa.

"Para que todos entendam, o TPI Standard da GSA permite aos operadores obter acesso a novos conteúdos, manter os jogadores atuais e atrair novos jogadores, mantendo-os afastados da sedução de ir para outros cassinos online", acrescentou a associação.

A nova especificação foi criada para suportar operações de jogos online que servem várias jurisdições, permitindo que a atividade associada a cada jurisdição seja "facilmente isolada e relatada".

"Este é um grande passo em frente para o setor de jogos em geral e para o setor de jogos online especificamente. Cumprindo ainda mais a missão de 20 anos da GSA de permitir interoperabilidade, inovação e desencadear a criatividade, o nosso TPI Standard simplifica a essência da plataforma iGaming e abre a porta para mais fornecedores de conteúdo de jogos", disse o presidente da GSA, Peter DeRaedt.

"Esta é uma vitória para os operadores que desejam melhorar o atendimento de seus clientes com um fluxo contínuo de novos conteúdos. É uma vitória para os provedores de plataformas que podem reduzir o tempo de integração e os custos de suporte; e é uma vitória para os fornecedores de conteúdo que agora podem chegar mais facilmente ao mercado", disse Mark Pace, diretor-gerente da GSA Europe, citado no lançamento.

O novo padrão TPI da GSA está disponível para licenciamento por membros e não membros, de acordo com a associação.

Fonte: GMB