DOM 19 DE AGOSTO DE 2018 - 14:52hs.
Alonso Jibaja, da Betgenius

“Apostas esportivas na América do Sul podem crescer até 35% na Copa do Mundo”

Para grande parte do setor de apostas, a América do Sul está gradualmente passando de uma oportunidade emergente para uma muito real e atual. A região também se tornou um foco firme para a Betgenius, que recentemente nomeou Alonso Jibaja para liderar seu crescimento em todo o continente. Ele explica as oportunidades para o setor agora que a Copa do Mundo de Futebol está chegando.

Enquanto grande parte do continente permanece cinza em termos de regulamentação, a mudança da Colômbia para um mercado regulado tem sido considerada um sucesso até o momento, e duas outras nações que oferecem grande potencial, Peru e Brasil, pode ter uma estrutura de licenciamento em vigor no futuro próximo.

E com a Copa do Mundo a poucas semanas de começar, 2018 poderia de fato ser visto como um ponto de virada para apostas esportivas na América do Sul. O futebol é de longe o maior esporte de apostas da região, respondendo por até 90% do faturamento, de acordo com Jibaja, que disse à TotallyGaming.com como uma Copa do Mundo poderia ajudar no período de crescimento que a região está vivenciando atualmente.

“As apostas esportivas e a indústria de jogos em geral demoraram a crescer no começo, mas nos últimos dois anos ela começou a explodir”, disse ele.

"A Copa do Mundo chega num bomm momento e espero que muitas operadoras cresçam em torno de 30 a 35% em termos de faturamento no mês. Isso porque não só temos equipes sul-americanas na Copa do Mundo, mas também porque aumenta o número de jogos que as pessoas podem apostar”, acrescentou Jibaja.

“Mas o fato de ter, por exemplo, o Peru jogando na Copa do Mundo depois de 36 anos, vai ter um impacto enorme no Peru, com certeza. O Panamá também se classificou e isso atrai muitas pessoas interessadas, e pode começar a apostar em sua equipe e apostar em outras equipes também. Então, eu acredito que isso traz muito impacto, especialmente na América do Sul, porque somos muito apaixonados pelo futebol. Nós amamos nossas equipes, mesmo se eles não vencerem nós ainda comemoramos, o que é muito louco", disse Jibaja.

Ele ressalta que, com maiores níveis de regulamentação no caminho, os operadores terão de trabalhar duro para ficar à frente da concorrência - tanto nacional quanto internacionalmente. “Muitas operadoras na América do Sul, de todos os portes, estão analisando a tecnologia de apostas esportivas e fornecedores de conteúdo e avaliam se são suficientes para a nova era.”

"Como uma empresa com vasta experiência de trabalho em mercados altamente regulados, a Betgenius é o parceiro perfeito para apoiar o crescimento de apostas esportivas nesta região emocionante e em rápida mudança", concluiu Jibaja.

Fonte: GMB / Totallygaming