SÁB 18 DE NOVEMBRO DE 2017 - 07:54hs.
Thomas Bach só exige "não-violência"

Presidente do COI abre porta das Olimpíadas para eSports

Thomas Bach, presidente do Comitê Olímpico Internacional, disse em uma entrevista exclusiva que os Jogos acolheram vários novos esportes que são populares entre os mais jovens, mas em eSports, apesar de seu aumento estelar, teria de prosseguir com cautela. O COI poderia abraça-los, apenas se eles não apresentarem violência.

"Queremos promover a não discriminação, a não-violência e a paz entre as pessoas. Isso não coincide com os videogames, que são sobre violência, explosões e matança. Temos de trabalhar nesse sentido", disse ele.

Esportes que refletem aqueles que jogados na vida real - como futebol ou basquete - poderiam ser considerados para as Olimpíadas, mas aqueles que envolvem violência gratuita e derramamento de sangue são contra os "valores olímpicos", disse Bach.

"Então, se alguém está competindo virtualmente num jogo de futebol ou outros esportes, isso é de grande interesse. Esperamos que, então, esses jogadores realmente ofereçam desempenho esportivo. E se ao final da competição pudessem jogar os esportes no mundo real, seríamos mais felizes", disse ele.

A bilionária indústria do videogame já conseguiu incluir a atividade nos Jogos Asiáticos de 2022 em Hangzhou. A China também reconheceu os eSports como uma forma legítima de competição, e houve discussões sobre se as incluiriam nos Jogos Nacionais da China. O primeiro evento eSports feminino do mundo estreia no Festival de Informática e Comunicações de Hong Kong.

Paris, que logo será oficialmente anunciada como a cidade anfitriã dos Jogos Olímpicos de 2024, não descartou a possibilidade de incluir eSports como um evento de medalha, mas Bach disse que ainda era muito cedo para dizer.

"Essas discussões estão acontecendo. Ainda vai demorar algum tempo porque esta indústria agora está se moldando ", disse Bach. "É uma indústria bem-sucedida, mas ainda não está realmente estabelecida de forma organizacional".

Uma das principais preocupações foi a falta de reguladores da indústria para garantir que os jogadores de videogames seguissem as regras padronizadas. "Você precisa ter alguém que garanta que esses atletas que fazem jogos de esportes de vídeo não são dopados, que estão seguindo regras técnicas, que estão se respeitando".

Bach, que ganhou uma medalha de ouro em esgrima para a Alemanha Ocidental nos Jogos de 1976 em Montreal, esteve em Hangzhou na semana passada para se encontrar com representantes do Grupo Alibaba, que tem um acordo de patrocínio mundial com o COI até 2028.

Ao selecionar novos esportes para as Olimpíadas para atrair pessoas mais jovens, Bach disse que seus critérios incluíam se eles eram amplamente praticados e se eles ofereciam oportunidades iguais para homens e mulheres e para países em desenvolvimento.

Para os Jogos Olímpicos de Tóquio, em 2020, o comitê escolheu cinco novos esportes: skate, surf, esportes de escalada, karatê e baseball/softball como uma única modalidade, entre 21 candidatos.

Fonte: GMB / Scmp.com