SEG 20 DE AGOSTO DE 2018 - 21:34hs.
Leo De Biase

CEO da ESL Brasil fala sobre o crescimento dos eSports na Juegos Miami

Leo De Biase tem 20 anos de experiência nas áreas de jogos e tecnologia e ingressou na ESL, a maior empresa de eSports do mundo, em novembro de 2016. O mercado brasileiro movimentou US$ 655,3 milhões em 2017 e projeção é que estes ultrapassem a casa de US$ 1 bilhão até 2019. Por isso, o especialista participará da feira organizada pela Clarion Gaming de 30 de maio a 1º de junho em Miami, onde ele explicará o crescimento dos eSports e dará um panorama global.

O executivo vem de uma passagem de mais de quatro anos pela NVIDIA, onde foi responsável pelas áreas de Marketing de Consumo e Relações Públicas para a América Latina. Antes disso, De Biase também trabalhou para outras grandes empresas do setor, incluindo Bigpoint e Level Up! Games.

Atuando no segmento desde 1998, foi pioneiro no segmento de Lan Houses no Brasil e, como ex-jogador profissional do CS 1.6 e entusiasta dos e-sports, se tornou referência no mercado de consultas, palestras e narrações.

Sobre o potencial do nosso país, de Biase comentou dias atrás em uma entrevista ao Torcedores.com que “os grandes e mais importantes eventos de e-sports já acontecem no Brasil há algum tempo, e agora a ESL está chegando com ainda mais força ao cenário brasileiro. Trazer um evento global tão importante quanto o ESL One Belo Horizonte 2018 só vai fortalecer ainda mais o mercado do segmento”.

“A ESL se preocupa em proporcionar um caminho de ascensão rumo ao sucesso para todos os jogadores desde a Base para o Mundo: From Zero To Hero. Nossa principal liga, a Brasil Premier League, tem como finalidade ajudar na evolução dos e-sports no Brasil, promovendo competições regulares para um nível de experiência superior em conjunto com a atribuição de premiação, apenas focada nos jogadores e equipes nacionais”, comentou De Biase.

“O público brasileiro é muito fiel, apaixonado e já representa a terceira maior audiência de e-sports mundial, de acordo com os dados da última pesquisa da Newzoo. De acordo com esta consultoria nossa audiência só fica atrás do público da China e dos Estados Unidos”.

Para entender a dimensão deste sucesso é importante analisar os dados da pesquisa acima mencionada. Em 2017 o público cativo que assistia aos esportes eletrônicos no país já era superior à audiência televisiva do vôlei. Número que é atingido somando as modalidades masculina e feminina. Os entusiastas dos e-sports já chegam a marca dos 11.4 milhões de espectadores. Já o nosso número total de gamers, de acordo com a Newzoo, é de 66.3 milhões de pessoas. Para se ter uma ideia do que isto significa, este é o número total de fluente em língua coreana no mundo.

Outro dado que pode surpreender muita gente é que as mulheres são maioria entre o público gamer brasileiro. Embora este não seja um dado novo. Afinal este é o segundo ano consecutivo em que elas aparecem na frente dos homens nas estatísticas. A ideia de que mulheres não gostam de jogos eletrônicos vem sendo derrubada com estes números. Hoje sabemos que isto não passa de mito e preconceito. Afinal, 53,6% do publico gamer é feminino.

Confira os principais tópicos da palestra de Leo De Biase na Juegos Miami:
 
Sexta-Feira -  1º de Junho às 11:20hs
eSports - O próximo grande negócio?
• O que são eSports e que demografia eles atraem?
• Onde estão os eSports populares no momento e como são baseados em terra?
• Operadores aproveitando sua popularidade para adquirir novos clientes?
• Como incluir eSports na sua oferta?
 
O coração dos jogos da América Latina e do Caribe batendo em Miami

Pela primeira vez, todas as formas de jogo - cassino, bingo, apostas, apostas esportivas, loterias e sociais - sejam quais forem os meios de entrega - terrestres, online e móveis - serão representadas num único evento que satisfaz as necessidades em rápido crescimento de operadores e interessados em jogos latino-americanos e caribenhos.

A Juegos Miami acontece no pitoresco Biltmore Hotel, onde a beleza da arquitetura e da paisagem tropical são o cenário perfeito. Diferente do ritmo frenético de uma feira, é uma oportunidade de conhecer os principais fornecedores do setor, aprender sobre as últimas tendências e desenvolvimentos e criar uma rede em um ambiente descontraído e intimista.

Fonte: GMB