QUA 19 DE SETEMBRO DE 2018 - 05:01hs.
Como evento de demonstração

Discussões podem incluir eSports nas Olimpíadas de Paris em 2024

Leopold Chung, secretário-geral da Federação Internacional de eSports (IeSF), revelou que a entidade está 'profundamente envolvida' com os organizadores das Olimpíadas de 2024 em Paris quanto a possibilidade de incluir a modalidade como um esporte de demonstração nos Jogos.

eSports é uma competição multiplayer em tempo real envolvendo uma série de jogos eletrônicos. Ele atraiu rapidamente cerca de 250 milhões de jogadores em todo o mundo. O número de jogadores é muito maior do que o que várias federações tradicionais de esportes olímpicos conseguiram juntos até agora. O valor do mercado de eSports é estimado em cerca de um bilhão de dólares por ano.

O Comitê Olímpico Internacional (COI) reconheceu os eSports como uma atividade esportiva competitiva em novembro, abrindo caminho para sua inclusão nas Olimpíadas e em outros eventos esportivos internacionais.

Os eSports serão exibidos como um esporte de demonstração nos jogos asiáticos de Jacarta deste ano e se tornarão um evento de medalhas apropriado nos Jogos Asiáticos de 2022 em Hangzhou, na China.

"Não será possível ser uma atividade oficial, mas será um título de demonstração nas Olimpíadas de Paris. O comitê organizador olímpico local e a cidade estão apoiando este movimento, então esta será uma mensagem mais forte para o COI que o eSports poderia ser incluído como um título de demonstração em 2024 ”, disse Chung.

“Paris um dia gostaria de se tornar um hub de eSports para a Europa. Há ótimos números de engajamento, grandes números de fãs que moram na França e especialmente em Paris, que definitivamente gostariam de vir para um jogo de eSports”, acrescentou Chung.

O COI está plenamente ciente do rápido crescimento dos eSports e de sua popularidade entre os jovens, tornando-se uma proposta atraente para atualizar seu próprio público envelhecido e tornar os Jogos relevantes para uma nova geração.

O presidente do COI, Thomas Bach, reconheceu a popularidade dos eSports entre os jovens neste mês, mas temia seu conteúdo frequentemente violento ou discriminatório.

Fonte: GMB / Reuters