SEX 22 DE SETEMBRO DE 2017 - 04:56hs.
São Paulo

Organização comemora networking feito durante o BGC

Liliana Costa, diretora de marketing da Clarion, afirma que a troca de experiências entre os empresários é a marca de sucesso do congresso e aponta caminhos para o futuro do jogo de azar no país

O networking foi a grande marca do Brazilian Games Congress, é o que diz Liliana Costa, diretora de marketing da Clarion, organizadora do evento, que conversou com a Games Magazine avaliando o evento e festejando a certeza de que finalmente teremos uma regulamentação para o jogo de azar no Brasil.

GMB - Qual a sua avaliação do evento? O que mais te chamou a atenção durante o BGC?Liliana Costa: Talvez tenhamos excedido as expectativas. Tocamos em diversos pontos, olhamos para as apostas esportivas e diversas modalidades. A qualidade dos palestrantes que nós tivemos. E tanto na comunidade internacional, quanto na comunidade local, os contatos de networking feitos foram a estrela do show.

GMB: Durante o evento tivemos os deputados federais Elmar Nascimento e Nelson Marquezelli, membros da comissão que trabalha a lei na câmara. O que a presença dos parlamentares trouxe de novo?
Liliana:Ainda não se tem a certeza de como vai ser a legislação. Muita coisa ainda pode acontecer. O que ficou claro é que nunca existiu tanta vontade política em legislar corretamente. Não houve muita clarificação quanto aos detalhes da legislação, mas, houve sim a clarificação que definitivamente que alguma coisa será legislada.

GMB: O que você projeta para o futuro dos jogos no Brasil? Veremos um mercado aquecido em breve?
Liliana:
Eu creio que vamos ver bingos, cassinos, jogo online, apostas esportivas, tudo legislado, mas, cada coisa ao seu passo. Depois da lei, há regulamentação, planejar infraestrutura, localização, demografia... existe ainda muito trabalho a ser feito.

Exclusivo/GMB