SÁB 18 DE NOVEMBRO DE 2017 - 11:41hs.
CEO do BSOP

Igor Federal começa segundo dia do Brazilian Gaming Congress

Igor Federal, nome conhecido do poker brasileiro e internacional, CEO do BSOP, deu as boas vindas aos presentes no segundo dia do Congresso Brasileiro de Jogo, salientando a importância do momento pelo qual a atividade vem passando e a necessidade do Brasil regulamentar as atividades de jogos para garantir desenvolvimento econômico e geração de empregos formais.

"Estamos consolidando o caminho para a legalização dos jogos. Sabíamos que isso demandaria tempo e o sentimento é de que isso está se consolidando. Os projetos de lei são exemplos de avanços palpáveis”. Segundo ele, o setor já estava acostumado com as opiniões contrárias e com as inverdades apresentadas pelos opositores da causa ao longo dos anos.

"Sempre se falou em lavagem de dinheiro e minha opinião é justamente o setor informal que envolve a lavagem de dinheiro. Basta lembrar que 400 mil empregos no jogo ilegal significam 400 mil salários fora da folha de pagamento formal. Temos uma arrecadação de cerca de R$ 20 bilhões com jogo ilegal e esse movimento todo está fora do controle oficial”, afirmou.

 

PUBLICIDADE

 

 

"Ontem ouvi aqui a proposta de se realizar um plebiscito para que a sociedade escolha se quer ou não a regulamentação do jogo. Gostaria de ter feito uma pergunta ao deputado que está propondo isso. Apoiaríamos sim um plebiscito, mas ele apoiaria um plebiscito sobre a tributação das igrejas evangélicas no Brasil?”

Após esta introdução, Igor Federal declarou aberto o segundo dia do Brazilian Gaming Congress, chamando para compor os trabalhos Edgar Lenzi, presidente da Abragaming, que destacou que "estamos aqui para fazer a diferença na regulamentação do jogo no Brasil e por esta razão agradeço a todos os envolvidos neste processo, tanto brasileiros quanto os visitantes do exterior, que estão demonstrando neste momento seu grande interesse por nosso mercado”.

Fonte: GMB
Galería de fotos