SEG 21 DE AGOSTO DE 2017 - 03:23hs.
Peter Hoetzinger, CEO e Presidente do Century Casinos

"O Brasil tem o potencial de ser um dos maiores mercados de jogos do mundo"

(Exclusivo GMB) - As operadoras internacionais continuam a avaliar de perto as possibilidades que o mercado de jogos brasileiro pode oferecer no futuro. Peter Hoetzinger, CEO e presidente da Century Cassinos, e painelista do próximo BGC, comenta as formas mais convenientes de estabelecer uma indústria regulada, o impacto positivo que geraria e quais os melhores modelos de cassino para desenvolver dependendo das diferentes regiões do país.

Hoetzinger é um dos três palestrantes do painel "Criando um Mercado de Cassinos no Brasil" no próximo Brazilian Gaming Congress em São Paulo. Sua palestra será no dia 27 de junho, juntamente com Francisco Javier Vidal Caamaño (COO - Diretor de Operações, Sortis e Casinos de Leão de Ouro) e John Connolly (Consultor e Diretor de Cassino, International Casino Cheat Detection Agency).

Peter Hoetzinger tem 30 anos de experiência na indústria de cassinos. Depois de ter vários cargos gerenciais na indústria de jogos com empresas de cassino austríacas (incluindo vice-presidente executivo da Casinos Austria International), ele co-fundou a Century Casinos Inc. em 1993. Em sua carreira, Peter supervisionou a aquisição, desenvolvimento e operação de 130 cassinos em 25 países e em navios de cruzeiro. Atualmente, o Century Casinos Group possui 45 cassinos e sites de apostas off-track nos EUA, Canadá, Caribe, Argentina, Europa Oriental e em navios de cruzeiro de luxo.

 

GMB - Quais é sua avaliação geral sobre a futura indústria brasileira de cassinos?
Peter Hoetzinger - É amplamente reconhecido que o Brasil está perdendo uma fortuna anualmente em receita tributária muito necessária por seus cidadãos jogarem fora do país, e é claro que o país precisa de mais crescimento no turismo e de investimento estrangeiro. Uma indústria de cassino bem regulamentada é reconhecida em todo o mundo como um dos principais impulsionadores do crescimento do emprego e do desenvolvimento comercial e econômico sustentável.

Todas as partes envolvidas precisam juntar-se para melhor explicar ao público as características e o tamanho dos resorts-cassinos devidamente desenvolvidos, que ajudarão a melhorar a percepção do público em geral sobre esse estilo de oferta de entretenimento. Serão necessários esforços educacionais adicionais para ajudar a realçar o impacto positivo que uma indústria regulada de cassinos pode trazer para o mercado em termos de turismo, investimento, criação de emprego, desenvolvimento econômico, receitas fiscais e freios ao jogo ilegal ao mesmo tempo.

Que elementos devem ser considerados para criar uma indústria de cassinos a partir do zero em um novo mercado, como o Brasil?
O Brasil, o Japão e a Índia certamente são os mais interessantes mercados emergentes de cassinos no horizonte. Embora o debate sobre a criação da estrutura regulatória e de mercado para os cassinos ainda tenha várias questões a serem realizadas, o Brasil tem o potencial de ser um dos maiores mercados de jogos do mundo se os legisladores seguirem as melhores práticas da indústria de cassinos para o desenvolvimento dos empreendimentos em todo o país.

Eu recomendaria fortemente que, além de dois ou três grandes resorts integrados em São Paulo e no Rio de Janeiro, um número muito maior de concessões regionais seja permitido para espalhar o impacto econômico positivo e o crescimento do turismo em todas as partes do país. Os padrões mais exigentes do mundo em relação a regulamentos de cassino precisam ser introduzidos e as políticas para lidar com questões como o vício do jogo devem ser abordadas.

O jogo responsável e as salvaguardas sociais são um dos maiores problemas e tem de ser um bom ponto de vista para o público e para os legisladores, pois estes últimos continuam a debater a legalização e a expansão dos jogos. Esperamos que os operadores sejam avaliados em iniciativas de jogo responsável ​​realizadas em outras jurisdições principais de cassinos, além de suas projeções de desenvolvimento e receita.

A responsabilidade social corporativa também deverá ser um foco, incluindo os compromissos existentes do operador para oferecer um ambiente de jogo responsável e servir como um bom cidadão corporativo nas localidades em que operarem. O Century Casinos e outros grandes operadores de cassinos internacionais têm uma vasta experiência e sensibilidade sobre esta questão.

Outro fator importante no que diz respeito ao desenvolvimento das localidades onde forem instalados é que a estrutura regulatória não deveria restringir os operadores exigindo um determinado investimento ou requisitos específicos de alocação de espaço para equipamentos de jogos e não jogos. Os operadores de cassino devem ser capazes de projetar, investir e construir suas instalações com base no ambiente e demanda do mercado.

Qual seria o impacto de ter resorts e casinos integrados no Brasil?
Nós sempre defendemos que cada comunidade adapte o desenvolvimento do cassino às suas próprias necessidades, restrições e aspirações locais. Os formuladores de políticas que considerem a introdução de jogos de cassino devem pesar as vantagens e desvantagens de toda a variedade de opções.

As cidades menores e regionais têm grandes esperanças de que os resorts com cassino proporcionem um tiro certeiro para as comunidades atingidas pelo declínio industrial, alto desemprego, poucos negócios e baixo consumo. Grandes resorts com cassino integrados não são a resposta para todos os mercados ou regiões do Brasil. Outra dimensão do sucesso no desenvolvimento do jogo é o que chamamos de resort de cassino urbano ou integrado, oferecendo outra opção para se considerada pelas políticas urbanas.

Sua característica definidora é a integração com a comunidade de negócios e atrações pré-existentes na localidade. Neste modelo, o próprio cassino é um centro de irradiação. Seus raios se espalham não só para atividades acessórias no próprio complexo, mas também para estabelecer restaurantes, lojas, hotéis e outras ofertas recreativas na sua área de influência. É orientado para fora, não para dentro. Desta forma, é distinto do modelo de resort de destino integrado, mas captura muitos dos benefícios desse modelo.

O modelo do resort urbano, em contraste com o resort totalmente integrado, limita intencionalmente o tipo e o alcance das atividades acessórias "não-jogo” que o cassino oferece dentro de suas instalações e exige que o operador do cassino estabeleça parcerias ativas com empresas locais para atender às necessidade do "não-jogo” para os clientes do cassino. Por exemplo, enquanto um cassino tem seu próprio pequeno hotel e restaurantes, reserva blocos de quartos de hotel em hotéis existentes para seus convidados, os envia a restaurantes locais e integra seu programa de cartão de fidelidade com lojas locais e atrações.

O resort urbano comercializa toda a cidade e suas atrações, além de incentivar seus convidados a provar tudo o que a cidade tem para oferecer. Em vez de competir com atrações existentes, o modelo de recurso urbano emprega-os para estabelecer o próprio destino como sua vantagem competitiva.

Futuros novos casinos devem ser operados apenas por uma empresa local, grupos internacionais ou com um modelo misto?
Com base nas primeiras discussões com os legisladores, acredita-se amplamente que os operadores de cassino que desejem apresentar uma licitação e competir no mercado brasileiro deverão de associar a um parceiro local como parte de seu projeto geral. Proprietários de grandes terrenos, empresas de construção e imobiliárias, hotéis, empresas de turismo e os operadores hoteleiros locais são prováveis ​​parceiros para operadores internacionais de cassinos.

Nós, da Century Casinos, acreditamos em soluções e parcerias que mantêm grande parte do benefício econômico (por exemplo, lucros) no Brasil. Além disso, milhares de empregos bem pagos serão criados e os operadores de cassinos fornecerão programas sólidos de treinamento e planos de carreira para a população local. Logo após a abertura do cassino, quase todos os empregos devem ser preenchidos por brasileiros para aumentar o impacto econômico e social positivo no mercado regional de cada cassino.

Fonte: GMB