SEG 20 DE NOVEMBRO DE 2017 - 03:49hs.
Luiz Felipe Maia, depois de sua palestra

"Eu senti que o público precisa saber melhor o que acontece hoje no Brasil"

(Exclusivo GMB) – Luiz Felipe Maia, o sócio-fundador do escritório FYMSA Advogados, foi palestrante no primeiro dia da Juegos Miami. Ele falou com exclusividade ao GMB sobre a mensagem que passou em seu discurso afirmando que o Brasil já fez boa parte do caminho para a legalização dos jogos e que a indústria deseja saber no que pode ajudar para acelerar esse processo.

Especialista na área de jogos, Luiz Felipe Maia, fundador do escritório FYMSA Advogados, palestrou sobre o tema "Oportunidades Perdidas? Qual o futuro do jogo no Brasil?” no primeiro dia da Juegos Miami. O advogado explicou sobre o que falou aos delegados presentes no auditório.

"A palestra foi de uma hora sobre o Brasil. Primeiro, explicando um pouco sobre o potencial de mercado, depois tentando explicar a crise política e econômica que a gente está vivendo, falando do trajeto dos projetos de lei que estão em curso e das iniciativas do governo pra trazer, talvez, uma regulação para as apostas esportivas e para os cassinos”, afirmou Maia.


PUBLICIDADE


O advogado também falou que o momento histórico vivido pelo país não tem ajudado o processo de legalização dos jogos, porém, o Brasil já deu importantes passos nesse caminho rumo a uma regulamentação.

"Passamos a mensagem que, infelizmente, a gente deu azar do momento histórico de que o país está passando coincidir com a discussão do jogo, mas, também falei que conseguimos caminhar boa parte do caminho. Seja pela aprovação das apostas esportivas pelo congresso, que foi vetada pela Dilma (ex-presidente da república), pela existência de dois projetos de lei, pelo o tema estar em discussão dentro do governo; coisa que há muito tempo não estava”, disse.

"E convocando a indústria pra realmente ir ao Brasil, tentar participar do processo decisório, mostrar o potencial de investimento, criação de emprego,arrecadação que a industria pode ter para o país”, concluiu.

Luiz Felipe Maia afirmou que a reação do público foi boa e que viu interesse dos empresários em fazer algum movimento em prol da legalização dos jogos no país.

"A reação do público foi muito boa. Eu acho que eles gostaram da palestra, de entender um pouco do que está acontecendo no país nesse momento. As perguntas foram justamente do que a gente pode fazer; seja um wallpaper, criar uma associação pra defender os interesses da categoria em várias verticais. Acho que foi bem interessante", avaliou o advogado. 

Luiz Felipe Maia ainda tem mais um compromisso durante a Juegos Miami. Ele estará no painel com o título "Caso prático Genius Sports: porque a integridade esportiva importa”, nesta quinta feira.

Junto com David Foster da Paddy Power Betfair; Diana Blanco Garzón, Vice - presidente de Desenvolvimento Comercial da Coljuegos; Kristal Lovira, Analista Legal da Gambling Compliance; Marco Leal, Gerente de Associação de Membros e Assuntos Legais da CONCACAF e Tom Russell, Conselheiro Geral da Genius Sports; Maia debaterá o que pode ser feito para prevenir a corrupção nas apostas esportivas desde o trabalho dos operadores até o apoio dos órgãos regulatórios.

Fonte: Exclusivo GMB