SÁB 23 DE JUNHO DE 2018 - 06:51hs.
Fabiano Veiga, Vendas Internacionais

“COPAG terá enormes oportunidades com a abertura de cassinos no Brasil”

(Exclusivo GMB) - Participando mais uma vez SAGSE, a Copag, líder mundial na fabricação de baralhos para cassinos, destaca que a Sagse é uma importante vitrine para novos contatos e clientes e que o objetivo é alcançar cada vez maior participação no mercado. “Em 2018 iremos focar em mercados onde não temos forte penetração e aguardar os rumos da regulamentação do jogo no Brasil, que nos levará a um novo ciclo de desenvolvimento”.

GMB - Mais um vez a Copag está na Sagse. Como vê a feira deste ano?
Fabiano Veiga - Sempre estamos presentes na Sagse, pois é uma feira muito importante para a Copag e viemos com ótimas expectativas de estabelecer novos contatos e conquistas novos clientes. Os dois dias foram muito positivos.

O que estão mostrando na feira?
Trouxemos nossos tradicionais baralhos para cassino 100% plástico e os modelos em cartão. São muito utilizados nos cassinos em todo o mundo e nossa marca alcançou reconhecimento internacional com eles.

Se fosse definir, como a Copag está posicionada no mercado latino-americano?
A Copag é líder do mercado latino em baralhos para cassinos, mas estamos sempre buscando novas oportunidades para aumentar nossa participação e conquistar novos clientes.

Qual o balanço que você faz do ano de 2017, que está quase terminando?
Está sendo um ano muito positivo para a Copag no que diz às vendas para cassinos. Tivemos novos clientes e grandes contratos, além de estarmos muito próximos de nossos clientes já tradicionais. Esperamos que nos dois meses finais o sucesso continue como até agora.

E para 2018, qual é sua expectativa?
A meta para 2018 é crescer principalmente nos mercados onde ainda temos uma participação menor, conquistando novas oportunidades em potenciais clientes com quem estamos entabulando negociações.

E há ainda a proximidade de regulamentação do mercado brasileiro, o que será muito importante para a Copag. Como vê esse futuro?
Estamos esperando as novidades. Acredito que teremos grandes oportunidades no Brasil com a regulamentação dos cassinos. Somos uma empresa líder mundial e com certeza, por ser nosso país, deveremos entrar num novo ciclo de desenvolvimento para a Copag.

Fonte: Exclusivo GMB