QUA 18 DE JULHO DE 2018 - 07:16hs.
Tá na História

A história do Jogo do Bicho: de salvação de zoológico à contravenção

Na transição da Monarquia para a república, o Jardim Zoológico do Rio de Janeiro passava por uma crise financeira. Era preciso encontrar saídas rápidas para manter o local. O Barão de Drummond, dono do zoológico, pensou em uma saída genial. Por que não fazer do ingresso parte de uma loteria? Assim começava a história do jogo do bicho que é contada pelo pesquisador Thiago Gomide em um vídeo para o site Sua História.

Com a morte do Barão de Drummond, o jogo do bicho foi ganhando outras cores. E a pessoa que mais personificou o bicheiro foi Castor de Andrade. 

Castor de Andrade era filho de apontadores do jogo do bicho. Zizinho, pai de Castor de Andrade, foi presidente do Bangu.

O Bangu foi campeão do Campeonato Carioca de 1966. Com ajuda financeira do Castor, claro. Castor de Andrade também investiu no Carnaval: a Mocidade foi campeã de vários carnavais com apoio financeiro do bicheiro. Em 1985, o Bangu foi vice-campeão Brasileiro.

Castor de Andrade chegou a treinar o time do Bangu. Após a morte de Castor de Andrade, a guerra por quem ocuparia seu lugar teve desfechos sangrentos.

Fonte: GMB / Thiago Gomide do Tá na História, em parceria com o Catraca Livre.