SÁB 24 DE FEVEREIRO DE 2018 - 09:01hs.
Um produto da LOTERJ

Rio de Prêmios fecha 2017 com recorde mensal de bilhetes e cresce quase 10%

Marca de produtos lotéricos investiu em um novo conceito de comunicação e ampliou vendas em um ano de crise. A contratação da Agência Onzevinteum para criar a nova campanha de publicidade e a parceria com a Casa & Video com o objetivo de ampliar os pontos de venda levaram o Rio de Prêmios a faturar R$ 137 milhões em 2017, vendendo 22.005.095 bilhetes e alcançando um crescimento de mais de 8% em relação a 2016.

O produto popular Rio de Prêmios, bilhete da Loteria do Estado do Rio de Janeiro (Loterj), completou 10 anos  em 2017 com importante resultado no ano em que a crise afetou o país, o Rio de Janeiro e, em especial, seu público consumidor. 

Uma concessão da Hebara - maior empresa brasileira do segmento - o Rio de Prêmios faturou R$ 137 milhões no ano, com 22.005.095 bilhetes vendidos e crescimento de mais de 8% em relação a 2016.

Tudo isso no período em que o principal público consumidor do produto - classes C, D e E - apresentou redução na renda, no emprego e até dificuldade de recebimento de salários.  Tal resultado é atribuído pela Hebara à  adoção de nova estratégia de comunicação offline.

A criação do novo conceito de venda  “Esse dá pra ganhar” e de toda a campanha trabalhada ao longo do ano ficou a cargo da agência Onzevinteum, contratada com a missão de promover mudanças com resultados.

A transformação na comunicação foi total, o conceito de sonhos realizados, de esperança, o emocional, junto com personagens que representam os consumidores, pessoas com planos, sonhos, famílias para cuidar, pessoas de verdade, que acordam cedo para ganhar seu dinheiro honesta e humildemente. São famílias que sonham com a alegria de um prêmio para realizar sonhos, para mudar de vida ou apenas melhorar sua condição.

RESULTADOS

Quando a nova campanha entrou no ar, a venda pós-carnaval estava no patamar de 285.000 bilhetes. Em dezembro, o último sorteio do ano obteve 514 mil bilhetes vendidos; um recorde que não era batido desde dezembro de 2015.

A venda no primeiro trimestre, antes da nova comunicação começar, foi de 4.893.735 bilhetes, uma média de 1.631.245 bilhetes vendidos por mês. Já no segundo trimestre, as vendas cresceram para o patamar de 5.289.372 bilhetes, com média de 1.763.124 bilhetes vendidos por mês entre abril e junho de 2017.

Um aumento quase imediato nas vendas. O crescimento continuado de vendas fez com que o produto pudesse dar prêmios maiores nos bilhetes especiais, alguns chegando a meio milhão e um milhão de Reais no prêmio máximo.

No trimestre seguinte, de julho a setembro,  as vendas continuaram a crescer, totalizando 5.686.594 bilhetes vendidos com média de 1.895.531 por mês. No último trimestre, depois de seis meses da nova campanha no ar, a venda foi atingiu o seu ápice no ano, com de 6.135.394 5.180.802 bilhetes, com média de 2.045.1311.726.934 bilhetes vendidos por mês, um aumento de mais de quase 413290 mil bilhetes vendidos a mais no último trimestre em relação ao primeiro.

NOVOS PONTOS DE VENDA

Uma importante mudança na distribuição foi vital para o crescimento. Antes focado em bancas de jornal, os mais de 3.800 pontos de venda ganharam 92 novas unidades com forte potencial de resultado. Em 2017 foi fechada parceria a Casa & Video, que passou a vender o Rio de Prêmios, adicionando a modalidade crédito na opção de compra. Uma forte campanha de comunicação foi feita para anunciar este novo PDV.

Fonte: GMB/LOTERJ