TER 18 DE SETEMBRO DE 2018 - 23:11hs.
EXPANSÃO

Casa de jogos Winfil registra abertura de 10 filiais no RS

Rede de jogos de azar já contabiliza 14 novas sedes espalhadas pelo Brasil, mas a única que está em operação e aberta ao público é a matriz, localizada na zona sul de Porto Alegre. A casa de jogos Winfil, de portas abertas na zona sul de Porto Alegre desde 19 de outubro de 2017, registrou em órgãos estaduais e federais a abertura de 13 novas filiais, sendo dez delas no Rio Grande do Sul, duas em Santa Catarina e uma em Brasília.

A casa de jogos Winfil, de portas abertas na zona sul de Porto Alegre desde 19 de outubro de 2017, registrou em órgãos estaduais e federais a abertura de 13 novas filiais, sendo dez delas no Rio Grande do Sul, duas em Santa Catarina e uma em Brasília.

Na Junta Comercial, a expansão do negócio foi certificada em 24 de novembro de 2017, mas somente agora a informação vem a público. Antes disso, em agosto do ano passado, a Winfil já tinha regularizado uma ramificação em São Paulo, o que eleva a soma de filiais para 14, além da matriz porto-alegrense.

Apesar de formalmente registrada na burocracia estatal, a ampliação das casas de jogos ainda não saiu do papel. No momento, a unidade da zona sul de Porto Alegre segue como a única em operação, aberta ao público.

– A ideia é aguardar a decisão do STF (Supremo Tribunal Federal) sobre a manutenção ou não do jogo como contravenção penal. Acreditamos que o julgamento ocorrerá no plenário em março. Depois disso, tendo uma liberação, vamos programar o calendário de expansão. É uma questão de segurança no investimento. Sem a regulação do mercado, já temos 11 processos sub-júdice – diz Laerte Luis Gschwenter, advogado da Winfil.

Ele diz que a primeira parcela do plano de crescimento deve gerar investimento entre R$ 2,5 milhões e R$ 5 milhões, com geração de 417 empregos.

No Estado, o planejamento parte da Capital e alcança os vales dos Sinos e do Taquari, Serra e Litoral Norte. Foram registradas duas novas sedes em Porto Alegre, três em São Leopoldo, uma em Novo Hamburgo, uma Canela, uma em Gramado, uma em Lajeado e outra em Capão da Canoa. Desde o seu lançamento, a Winfil projeta fazer do Rio Grande do Sul o berço da retomada do ramo no Brasil.
A casa opera com máquinas caça-níquel.

Somente na unidade da zona sul de Porto Alegre, a primeira da rede, são cerca de 400 aparelhos. O jogo de azar continua proibido no Brasil, caracterizado como contravenção penal. Mesmo assim, a Winfil decidiu inaugurar seus negócios publicamente. A casa foi alvo de duas operações da Polícia Civil, uma delas em parceria com o Ministério Público, ocasiões em que ocorreram apreensões de componentes eletrônicos, dinheiro e uma arma de fogo com numeração raspada. Depois das ofensivas, a casa voltou a abrir as portas, recebendo apostas em dinheiro.

No Congresso, tramita projeto de lei do senador Ciro Nogueira (PP-PI) que propõe a liberação irrestrita da atividade no país, incluindo caça-níquel, bingo, bicho e cassino. Na pauta do STF, estão por ser apreciados recursos que questionam a constitucionalidade de manter a caracterização do jogo como contravenção penal, mas não há data para o julgamento acontecer. Como foi declarada repercussão geral do caso, a decisão do STF deverá ser seguida pelos tribunais de todo o país.

Lista de filiais abertas da Winfil
No Rio Grande do Sul
– Rua Joaquim Nabuco, 951, Novo Hamburgo
– Avenida das Hortênsias, 4.890, Gramado
– Rua Tupinamba, 217, Capão da Canoa
– Rua dos Andradas, 1.107, Porto Alegre
– Avenida Assis Brasil, 3.023, Porto Alegre
– Rua Bento Gonçalves, 1.008, Lajeado
– Rua São Joaquim, 1.064, São Leopoldo
– Rua Primeiro de Março, 572, São Leopoldo
– Rua José Pedro Piva, 220, Canela
– Rua Saldanha da Gama, 890, São Leopoldo
Em Santa Catarina
– Rua Nirberto Haase, 60, Florianópolis
– Rua 1000, 110, Balneário Camboriú
Em Brasília
– Setor SHTN, trecho 2, conjunto 05, sala 01, parte Garden Hall

Fonte: GMB / Zero Hora