DOM 19 DE NOVEMBRO DE 2017 - 19:31hs.
“Acredito que teremos votos para aprovar o marco dos jogos em ambas as Casas”
Deputado Federal Herculano Passos
“Acredito que teremos votos para aprovar o marco dos jogos em ambas as Casas”

16/11/2017 | (Exclusivo GMB) – Perto de completar um mês do lançamento da Frente Parlamentar pela Aprovação do Marco Regulatório dos Jogos no Brasil, o GMB conversou com o Deputado Federal Herculano Passos, um dos principais nomes da luta pela regulamentação do setor que afirmou que a frente veio para agregar e reforçar essa luta e que acredita que Câmara e Senado podem aprovar uma lei em conjunto.

Rodrigo Maia diz que Brasil pode ter sistema de cassinos que estimule o turismo
Em Brasília
Rodrigo Maia diz que Brasil pode ter sistema de cassinos que estimule o turismo

14/11/2017 | O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse nesta terça-feira que não é contrário à legalização dos chamados jogos de azar, e que o Brasil pode ter um sistema de cassinos que estimule o turismo. Ele prometeu aos deputados da Frente Pró- Jogo votar o projeto que trata da legalização dos jogos ainda esse mês.

Eunício Oliveira quer votar a lei do jogo no Senado depois do feriado
A partir de 16 de novembro
Eunício Oliveira quer votar a lei do jogo no Senado depois do feriado

13/11/2017 | Depois do feriado da Proclamação da República (15 de novembro), Eunício Oliveira pretende colocar em votação no Senado o projeto que legaliza os jogos de azar no Brasil. São tantos os interesses em torno da matéria que é impossível prever o resultado e se a decisão sairá mesmo esse mês. Mas o lobby dos jogos, que há muito atua no Legislativo, anda excitadíssimo, segundo o jornalista da ISTOÉ, Ricardo Boechat.

CCJ inicia debate do projeto sobre jogos de azar de Ciro Nogueira
Senado Federal
CCJ inicia debate do projeto sobre jogos de azar de Ciro Nogueira

13/11/2017 | A Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania do Senado (CCJ) iniciou a discussão de projeto que legaliza cassinos, bingos, jogo do bicho e apostas no país (PL 186/2014). O autor da proposta, senador Ciro Nogueira (PP-PI), diz que a atividade poderá render algo como R$ 15 bilhões por ano em impostos e gerar milhares de empregos. O senador Benedito de Lira (PP–AL), relator na Comissão, defendeu a aprovação da proposta.

Não há razões para manter proibidos os jogos de azar
Igor Mauler Santiago, tributarista
Não há razões para manter proibidos os jogos de azar

13/11/2017 | Igor Mauler Santiago, tributarista e sócio do Sacha Calmon-Misabel Derzi Consultores e Advogados, escreveu uma coluna de opinião para o Estadão este fim de semana onde defende a legalização dos jogos no Brasil. "As razões são geração de empregos, de receitas tributárias, atração de turistas estrangeiros, retenção dos brasileiros que viajam para jogar no exterior, promoção dos mercados hoteleiro e artístico etc.", opina Mauler Santiago.

Schirmer apoia legalização do jogos: "Nos daria até R$ 100 milhões por ano"
Secretário da Segurança do Rio Grande do Sul
Schirmer apoia legalização do jogos: "Nos daria até R$ 100 milhões por ano"

09/11/2017 | O Secretário da Segurança do Rio Grande do Sul, Cezar Schirmer, explica que o Estado reúne condições imediatas, independentemente de lei federal, para voltar a explorar Lotergs e raspadinhas, entre outros sorteios de números. A arrecadação anual, que poderá formar um fundo de reforço para a segurança, foi estimada pelo secretário entre R$ 80 milhões a R$ 100 milhões.

Legalização dos jogos de azar une Planalto, Congresso, governos e empresários
Cerca de R$ 18 bilhões ao ano de arrecadação
Legalização dos jogos de azar une Planalto, Congresso, governos e empresários

09/11/2017 | Estimativa de irrigar os cofres públicos com até R$ 18 bilhões por ano é o principal argumento favorável à regularização de atividades hoje classificadas como contravenções. O esforço da classe política para legalizar irrestritamente os jogos de azar no Brasil está consolidando unidade entre o Palácio do Planalto, o Congresso, os governos estaduais e os investidores do ramo.

Lei do Jogo poderia ir à votação no Senado nas próximas duas semanas
PLS 186/2014
Lei do Jogo poderia ir à votação no Senado nas próximas duas semanas

08/11/2017 | O senador Benedito de Lira fez a leitura de seu voto favorável ao PLS 186/2014, que autoriza a exploração dos jogos de azar. O presidente Edison Lobão, atendendo a pedidos, deu vista coletiva e o assunto voltará à pauta na próxima reunião da CCJ. O projeto prevê a abertura de todo o setor de jogos e o pedido de vistas é para que todos tomem conhecimento completo do seu conteúdo. Assim, poderia ser pautado para votação nas próximas duas semanas.

Senado e Câmara "lutando" para ver quem pauta primeiro uma lei do Jogo
Dois projetos tramitam em paralelo
Senado e Câmara "lutando" para ver quem pauta primeiro uma lei do Jogo

08/11/2017 | (Exclusivo GMB) - O Brasil está mais perto que nunca de legalizar o Jogo. A lei que o presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia, tenta aprovar, responde ao lobby de um grupo internacional de cassinos que pretende ter exclusividade no negócio. Do outro lado, o projeto que o Senado analisa atende a todos os setores como bingos, jogo do bicho, apostas e em duas semanas poderia estar pronto para votação. O Games Magazine Brasil explica em detalhes toda a situação.

Senado coloca na pauta projeto que libera jogos de azar
Anúncio de Eunício Oliveira
Senado coloca na pauta projeto que libera jogos de azar

07/11/2017 | O presidente do Senado, Eunício Oliveira, anunciou nesta terça-feira (7) que incluirá na pauta do Plenário dois projetos que podem reforçar o caixa dos estados. O primeiro regulamenta a securitização das dívidas, e o segundo libera a realização de jogos de azar. "A minha condição é que o resultado dos impostos vá diretamente para um fundo de segurança pública e outra parcela seja vinculada à saúde pública", afirmou.

VER MÁS