SEX 18 DE AGOSTO DE 2017 - 17:05hs.
Começa a coleta de assinaturas para criar uma frente pró-jogo na Câmara
Próxima terça feira
Começa a coleta de assinaturas para criar uma frente pró-jogo na Câmara

09:29 | O deputado César Halum (PRB-TO), começa na próxima terça feira a coleta de assinaturas para a criação de uma frente parlamentar para legalizar a prática do jogo no Brasil. São necessárias 171 assinaturas (um terço do colegiado) para criação da frente. 'Ao invés de criar novos impostos, pode-se criar novas atividades econômicas', disse Halum.

Voto de petista libera partidos políticos para criar loterias e bingos
Financiamento eleitoral
Voto de petista libera partidos políticos para criar loterias e bingos

08:21 | Com o fim do financiamento privado de empresas para campanha eleitoral, os políticos estão recorrendo formas de captação de recursos. Num voto complementar ao seu texto, o relator Vicente Cândido (PT-SP) incluiu essa previsão A ideia é aproveitar uma lei de 1971, que autoriza entidades “exclusivamente filantrópicas”, como Igrejas, a explorarem bingos e outros sorteios, “para custeio de obras sociais”, e incluir os partidos políticos.

Paraná Pesquisas inclui perguntas sobre legalização dos jogos em sondagem
Disponível na web
Paraná Pesquisas inclui perguntas sobre legalização dos jogos em sondagem

17/08/2017 | O renomado instituto de Curitiba enviou para milhares de internautas uma série de perguntas sobre questões políticas atuais. No final, eles incluíram duas para conhecer a opinião das pessoas sobre a legalização dos jogos no Brasil. Pontualmente eles indagam sobre se os internautas concordam com a volta dos cassinos e bingos no país.

Deputado anuncia formação de frente parlamentar para legalizar o jogo no Brasil
César Halum, do PRB do Tocantins
Deputado anuncia formação de frente parlamentar para legalizar o jogo no Brasil

14/08/2017 | Como alternativa para aumentar a arrecadação de tributos e gerar empregos formais, César Halum, do PRB do Tocantins, defende a legalização do jogo no Brasil. O deputado anuncia a formação de uma frente parlamentar com esse objetivo e explica as vantagens de regulamentar a prática do jogo. "Ao invés de criar novos impostos, pode-se criar novas atividades econômicas", disse Halum.

“A promessa é que o Brasil terá o jogo legalizado este ano”
Deputado Nelson Marquezelli (PTB-SP)
“A promessa é que o Brasil terá o jogo legalizado este ano”

04/08/2017 | "Já aprovamos na Comissão, apenas 3 votos foram contrários, 42 favoráveis. Agora estamos aguardando oportunidade para vir para o plenário da Câmara para aprová-lo. Eu tenho quase certeza que isso vai acontecer e depois vamos levar para o senado, aprovado, vai para o presidente e depois ser sancionado", afirmou o deputado Nelson Marquezelli (PTB-SP) em entrevista ao programa ‘Brasil Caipira’ da TV Câmara.

“Nós não podemos fechar os olhos para isto: os jogos existem!”
SILAS FREIRE, DEPUTADO PODE-PI
“Nós não podemos fechar os olhos para isto: os jogos existem!”

20/07/2017 | No enfático discurso proferido em Plenário, o deputado Silas Freire, do Podemos do Piauí, afirmou que é uma hipocrisia o Brasil ignorar a existência e não legalizar os jogos de azar. Em vez de fechar os olhos para os jogos, Freire defende que o Estado arrecade impostos e invista os recursos em setores estratégicos, como a Segurança Pública.

Pessoal ligado ao jogo do bicho no RJ começará campanha pela legalização
Fábio Campana, jornalista no estado do Parana
Pessoal ligado ao jogo do bicho no RJ começará campanha pela legalização

18/07/2017 | Em uma notícia com o título ‘Só se legalizar o jogo do bicho’, o reconhecido jornalista do estado do Parana, Fábio Campana, informa em seu site que o pessoal ligado ao jogo do bicho no Rio Janeiro, começará uma campanha pela legalização do jogo, “praticamente um patrimônio de nosso estado que se espalhou para o Brasil”.

"Brasileiros gastam R$ 3 bilhões por ano em jogos online"
Senador Ciro Nogueira (PP-PI)
"Brasileiros gastam R$ 3 bilhões por ano em jogos online"

18/07/2017 | Está na Comissão de Assuntos Econômicos o projeto de Ciro Nogueira (PP-PI) que veda operações com cartões de crédito ou débito, e também em moeda eletrônica, que tenham por finalidade apostar em jogos de azar em sites hospedados fora do país. Nogueira cita reportagem veiculada pela revista Época Negócios, dando conta que cerca de R$ 3 bilhões por ano estão sendo gastos por brasileiros em jogos online.

Johnny Ortiz: "O jogo Brasil sairá sem dúvida porque é bom para o país"
OTIMISMO DO PRESIDENTE DA ZITRO
Johnny Ortiz: "O jogo Brasil sairá sem dúvida porque é bom para o país"

14/07/2017 | Após a apresentação espetacular da empresa no México, o CEO da Zitro deu uma entrevista exclusiva ao site espanhol Infoplay. Nela, ele referiu-se à legalização do jogo no seu país. Ortiz estava muito otimista e disse que "o Brasil precisa do jogo como o jogo precisa no Brasil. Vai demorar mais ou menos, mas é impossível que a lei não saía porque é bom para o país".

Indústria colombiana discute sua situação atual em SIJUEGO
Esta semana, em Bogotá
Indústria colombiana discute sua situação atual em SIJUEGO

11/07/2017 | O evento SIJUEGO 2017 será realizado esta semana (12-13) no hotel Wyndham Art Bogotá, onde serão reunidas autoridades, associações, sindicatos, fornecedores e operadores relacionados ou interessados nos desenvolvimentos recentes da indústria de jogos na Colômbia. A agenda começa na quarta-feira às 9, com a abertura do evento por Juan B. Pérez Hidalgo, presidente da COLJUEGOS.

VER MÁS