SEX 22 DE JUNHO DE 2018 - 21:37hs.
Com visitas também da Argentina e do Chile

Cassinos de Las Vegas se beneficiarão do novo voo direto de São Paulo

O Aeroporto Internacional McCarran, em Las Vegas, recebeu o primeiro voo sem escalas de São Paulo, Brasil. A rota deve trazer não apenas visitantes do Brasil, mas da América do Sul, já que o aeroporto de São Paulo também serve como um hub para passageiros da Argentina e do Chile. A visitação combinada dos três países a Las Vegas totalizou quase 200.000 em 2016.

Três vôos diretos semanais entre 2 de junho a 30 de setembro chegarão a Las Vegas com um impacto econômico de US$ 22 milhões. O serviço sazonal será retomado em 15 de dezembro e vai até 28 de fevereiro de 2019 com um impacto econômico de US$ 15,5 milhões

A diretora de Aviação do Condado de Clark, Rosemary Vassiliadis, que supervisiona as operações no Aeroporto Internacional McCarran, disse: “O Brasil tem sido um dos nossos mercados mais procurados. Congratulamo-nos com a LATAM Airlines Brasil para o Aeroporto Internacional McCarran em Las Vegas e estamos honrados em ser seu primeiro destino na costa oeste com vôos sem escalas de São Paulo".

Crucialmente, o novo voo será a única conexão direta entre a América do Sul e Las Vegas.

O Aeroporto Internacional McCarran anunciou pela primeira vez em dezembro do ano passado que a LATAM Airlines Brasil iniciaria um novo serviço entre Las Vegas e o Aeroporto de Guarulhos. Vassiliadis disse na época que o Brasil está há muito tempo entre os "mercados mais procurados" do aeroporto.

Um grande número de brasileiros viaja ao exterior a cada ano para jogar, já que os cassinos estão atualmente proibidos. Segundo o ministro do Turismo, Vinicius Lummertz, em uma coluna publicada no jornal local O Globo este mês, atualmente o Brasil responde por 70% do emprego e 50% do faturamento no maior cassino do Uruguai: o Enjoy Resort e Casino Punta del Este. E estima-se que cerca de 150.000 brasileiros viajem um ano para cassinos em Las Vegas.

Com o novo serviço para Las Vegas, o número de brasileiros que viajam ao exterior para apostar aumentará, sem dúvida. A notícia chega em um momento de renovação do ímpeto para permitir resorts cassinos integrados no Brasil. Em um forte apelo, Lummertz disse neste mês que, se permitissem cassinos em resorts integrados, eles trariam mais de R$ 50 bilhões em investimentos e gerariam mais de cem mil empregos no Brasil.

Fonte: GMB/G3 Newswire