SEG 20 DE AGOSTO DE 2018 - 21:37hs.
“Investidores em guerra com a Susep”

O Globo também afirma que as empresas interessadas na LOTEX estão irritadas

O jornal O Globo ratifica a informação trazida com exclusividade pelo Games Magazine Brasil na semana passada. A jornalista Lydia Medeiros, do blog “Poder em Jogo”, afirma que os investidores estão em guerra com a Susep contra a autorização para que as operadoras de título de capitalização ofereçam prêmios instantâneos enquanto os consórcios estão em análise para processo de licitação na Loteria Instantânea, a LOTEX.

Para O Globo, empresas estrangeiras interessadas em investir na Loteria Instantânea da Caixa, a Lotex, estão irritadas com a Susep (Superintendência de Seguros Privados), órgão do Ministério da Fazenda.

A reação é contra a autorização para que operadoras de título de capitalização ofereçam prêmios, enquanto os consórcios estão em análise para processo de licitação do LOTEX.

As empresas acham que, ao permitir isso, a Fazenda é injusta e gera insegurança jurídica, porque os títulos de capitalização instantânea não pagam outorga nem impostos.

Para operar a Lotex por 15 anos, os vencedores da licitação terão de pagar outorga de R$ 580 milhões e tributos de 16,3% com a operação.

Filantrópicas

Apesar do protesto dos investidores de olho no leilão da caixa para a concessão da Lotex, as instituições filantrópicas, que ganharam uma modalidade específica de capitalização, contestam.

Lembram que os sorteios sempre existiram na capitalização, já eram regulamentados pela Susep e, só no ano passado, foram responsáveis pela distribuição de R$ 150 milhões a entidades beneficentes, muitas das quais têm apenas esse caminho para obter recursos.

Fonte: GMB